Alunos do Senac visitam Farmácia da Gente

Durante a visita, foi realizada a doação dos itens arrecadados durante campanha sobre o uso racional de medicamentos

3 minutos de leitura

O programa Farmácia da Gente, do Fundo Social de Solidariedade, é referência na distribuição gratuita de medicamentos para a população carente de Ribeirão Preto. Nesta quarta-feira, 18 de maio, alunos do curso Técnico de Farmácia, do Senac, visitaram o local e aproveitaram o momento para doar os medicamentos arrecadados na escola.

 

A campanha de arrecadação foi feita pelos alunos em virtude do Dia Nacional pelo Uso Racional de Medicamentos, comemorado em 5 de maio, criado para alertar a população quanto aos riscos à saúde causados pela automedicação. O objetivo é ressaltar o papel do uso indiscriminado de medicamentos e a automedicação como principais responsáveis pelos altos índices de intoxicação por remédios.

 

 

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Mariana Jábali, destaca que a participação dos alunos promove o conhecimento para a população. “Despertar essa solidariedade e também ver como funciona um projeto totalmente voluntário, de quem recebe os remédios e de quem doa os remédios, cria um papel humanizado”, afirmou.

Durante a campanha, algumas pessoas levaram remédios vencidos para a doação, mas os alunos orientaram sobre os riscos da utilização de medicamentos fora da validade, que podem causar reações como intoxicação e até a morte.

“A população ganha com a conscientização dos alunos, que são os futuros profissionais para orientar atendimentos. Acredito que isso é um início e que eles possam se conscientizar muito mais durante este processo de aprendizado e trabalho”, explicou o professor Dr. Samir Abjaude, do Curso Técnico em Farmácia Senac.

 

 

Farmácia da Gente

O projeto completou 20 anos de existência e tem o objetivo de complementar o programa de distribuição gratuita de medicamentos da Secretaria Municipal de Saúde, além de orientar o uso correto dos medicamentos, a importância do comprometimento do paciente com o tratamento e alertar sobre os riscos da automedicação.

O projeto está fundamentado no desenvolvimento da cultura de doação de medicamentos. Todas as doações recebidas são rigorosamente triadas, observando data de fabricação e validade, dosagem, quantidade de unidades, presença de umidade e condições gerais da embalagem, conforme os POP´s (procedimentos operacionais padrão) implantados.

Estando em condições apropriadas, os medicamentos são disponibilizados para doação; os impróprios ao uso são relacionados, descartados e incinerados. Em duas décadas de funcionamento, a Farmácia da Gente atendeu 584.354 pessoas e distribuiu mais de 2,3 milhões de caixas de medicamentos, sendo 1.115.129 a munícipes e 1.275.899 para instituições, tudo de forma gratuita.

Fabio Benedicto

Jornalista, fotógrafo colaborador do Jornal Folha de Ribeirão Preto, um dos principais jornalista do portal, levando a melhor informação.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Mais recente a partir de Blog